Cesta básica: Sindicato busca solução

A diretoria do Sindicato dos Municipais pertencentes a Mesa Permanente de Negociação, participou de uma reunião com representantes da Administração Municipal e com o diretor da Nutricesta, Marcos Gozetto, sexta-feira (03) às 14h. No mês de junho, os servidores ativos e aposentados de Piracicaba, receberam suas cestas básicas na Nutricesta, com itens substituídos e de baixa qualidade para consumo, descumprindo o contrato com a prefeitura. O Sindicato dos Municipais frente a esta reivindicação, orientou os servidores a ligarem no 156 para registrar as reclamações sobre os itens da cesta básica e guardar os itens para que sejam trocados.  Segundo o secretário de administração, Evandro Evangelista, a prefeitura saturou de tantas reclamações e afirmou que não poderá realinhar os preços dos itens da cesta básica. A empresa reconhece que houve queda na qualidade de alguns itens como sabão em pó, achocolatado, leite em pó e papel higiênico, mas diante da necessidade da continuidade do fornecimento manteve a cesta com esses itens, mas afirma que sem o realinhamento de preço diante  da pandemia e  atual procura por  itens  dos alimentos, fica inviável manter o fornecimento das cestas básicas até o final do contrato sem que ocorra reajustes  e /ou readequação dos valores contratuais. A empresa se propôs a buscar alternativas para atender os valores nutricionais de cada item propostos na licitação.  Isto ocorrerá na próxima entrega da cesta básica e a troca dos itens mencionados acima, caso tenha continuidade no contrato. Diante disto, o Sindicato, entendendo que o conflito atinge diretamente os servidores, não concorda com as atitudes tomadas pela fornecedora e prefeitura, requerendo a reparação imediata, pois o servidor precisa receber a sua cesta básica conforme os itens constantes no contrato de fornecimento.    

WhatsApp

VOLTAR

NOTÍCIAS Relacionadas