Coronavírus - Sindicato se reúne com prefeito

Extremamente preocupados em conter os avanços do novo Coronavírus (Covid 19) em Piracicaba e atentos em preservar a saúde do servidor público e de seus familiares, os dirigentes do Sindicato dos Municipais estiveram no final da tarde de ontem (18), reunidos com o prefeito municipal Barjas Negri. Osmir Bertazzoni, Alexandre Pereira e Valdir Martins reforçaram todos os apontamentos que foram encaminhados para a administração municipal através de ofícios protocolados na terça-feira (17) e apontaram a necessidade de atuação e tratamentos diferenciados para idosos acima de 60 anos, gestantes e portadores de doenças crônicas como diabetes e hipertensão.Os dirigentes salientaram a importância de uma posição oficial da administração que regulamente os serviços públicos orientando as ações e atuações dos servidores municipais diante da pandemia. Reforçando, inclusive, sobre a possibilidade de que alguns servidores executem seus trabalhos em seus domicílios sob pena do não comprometimento dos serviços públicos disponibilizados para a população e visando o cumprimento do pacto de isolamento social exigido por órgãos de saúde Internacionais. Atentos a questão dos servidores da rede de ensino do munícipio, esse tema também foi apontado na reunião. O prefeito Barjas Negri explicou que está acompanhando diariamente junto com a Secretaria de Educação todos os números de alunos que acessam as escolas públicas e está sensível aos desdobramentos e impactos que este tema pode causar para as famílias piracicabanas. Foi argumentado sobre a importância da suspensão imediata dos HTPCs (Hora de Trabalho Pedagógico Coletivo) e de outras reuniões, evitando assim, aglomerações de servidores. E também exposto, a opção da antecipação do recesso escolar de julho para que os servidores públicos da educação possam ficar em casa e, assim, cumpram as normas de isolamento social, preservando sua saúde e de seus familiares. E ainda: “Propusemos que, se necessário, as férias vencidas de todos os servidores públicos sejam antecipadas e reforçamos que precisamos esvaziar ao máximo as unidades de trabalho para que não exista aglomeração de pessoas sem o comprometimento dos serviços para a população”, destacou o diretor, Osmir Bertazzoni.Ao final, o prefeito garantiu que até a próxima sexta-feira, 20, emitirá um decreto oficial referente ao tema abordado.

WhatsApp

VOLTAR

NOTÍCIAS Relacionadas